Setembro Amarelo: mês de prevenção ao suicídio

Setembro Amarelo: mês de prevenção ao suicídio

setembro 2, 2019 0 Por Silvio Cesar

Há cada ano vem aumentando o número de suicídios na população jovem.

O suicídio é um tema ainda pouco discutido no mundo. Tratado na antiguidade como um dos “piores pecados” e ainda com forte resquício hoje no mundo religioso, o suicídio é ainda um tabu, que o impede de ser abordado, com exceção dos profissionais da saúde (psicólogos, médicos, psiquiatras, etc). O suicídio é um fenômeno presente em toda a história da humanidade, em todas as culturas, tendo múltiplos fatores para a sua ocorrência.

O suicídio não é um ato isolado. Na realidade, ele é o resultado de todo um processo, de uma série de fatores que se acumularam ao longo da vida do indivíduo, o que não permite ser visto como um ato causal e pontual. É, o suicídio, uma questão de saúde pública e, portanto, necessita ser debatido por toda a sociedade.

Conforme a Organização Mundial de Saúde (OMS), é possível prevenir o suicídio, desde que, entre outras medidas, os profissionais de saúde, de todos os níveis de atenção, estejam aptos a reconhecerem os fatores de risco presentes, a fim de determinarem medidas para reduzir tal risco e evitar o suicídio.

Definir o suicídio é um ato complexo, pois, enquanto objeto de estudo dos muitos campos do conhecimento, cada um produzirá uma noção própria do mesmo. A noção predominante no campo médico é que o suicídio é um ato deliberado executado pelo próprio indivíduo, cuja intenção é a morte, de forma consciente e intencional, mesmo que ambivalente, usando um meio que ele acredita ser letal. Deve ser ressaltado que os pensamentos, os planos e a tentativa de suicídio fazem parte também do comportamento suicida.

No Brasil, a cada 46 minutos a um caso de suicídio (aqui). Como dissemos, o suicídio ainda é pouco discutido, podendo ser amplamente debatido em muitos espaços sociais, pois se entende que a informação é um mecanismo de prevenção do suicídio.

A questão do suicídio precisa, como já afirmamos, ser tratada abertamente, sem qualquer tipo de vergonha e constantemente. Quanto ao Setembro Amarelo, o mesmo tem a finalidade de conscientizar a população e os profissionais de saúde para que reconheçam os sinais de risco e auxiliem no tratamento.

Facebook Comments
Please follow and like us:
error